Que as histórias nunca lhes deixem, e que vocês nunca deixem as histórias!

Padrão
 blog1
Obrigada pela participação! (da esquerda para a direita: Thamires, Mayra, Fernanda e Ágata)

Ho! Ho! Ho! Natal chegando, ano se renovando, mundo se acabando (será?) e O Candeeiro finalizando seus trabalhos! Quando iniciamos este blog éramos estudantes, mas, agora, somos jornalistas – e com diploma! E esse mérito também devemos a vocês, que nos acompanharam e nos ajudaram a crescer aqui na web.

Queremos agradecer por vocês fazerem parte da nossa história e desejar um ano novo de muita luz, sabedoria, conquistas e, principalmente, de grandeza. Sim, grandeza porque, quando lutamos, suamos, nos dedicamos, merecemos receber bons frutos!

Que todos sejamos grandes naquilo que queremos ser.


E que, principalmente, cada um de nós tenhamos, criemos e sejamos história para contar, perpetuar e manter! Que as histórias nunca lhes deixem, e que vocês nunca deixem as histórias!

E essa história entrou por uma porta e saiu pela outra! E quem quiser que conte outra!


 Até a próxima! (Da esquerda para a direita: Mayra, Thamires, Ágata e Fernanda)

Um até logo bastante especial de Ágata Fidelis, Fernanda Magalhães, Mayra Lopes e Thamires Assad.

Podcast Era Uma Vez: A Lenda do Sol

Padrão
logo-era-uma-vezparablog
Slogan do Podcast Era Uma Vez (Foto: Arte/Candeeiro Encantado)

O último episódio do Podcast “Era Uma Vez” traz para vocês a Lenda do Sol. Para mergulhar nesse universo mágico basta acessar o https://ocandeeiroencantado.wordpress.com/ ou http://soundcloud.com/ocandeeiroencantado e aproveitar.

Obrigado a todos pela companhia e apoio. A narração dos episódios é realizada por Ágata Fidelis e a apresentação por Mayra Lopes. Esta série é especializada em contos, fábulas, cordéis e histórias que marcam o imaginário da cultura popular.

Leia o resto deste post

Tradições e costumes indígenas

Padrão
índia
 As índias são responsáveis em muitas tribos pela produção de cerâmicas e pela colheita (Foto: Agência de Notícias do Acre)

Você sabe por que você toma banho todos ou várias vezes por dia? Sabe também porque utilizamos chás para o bem estar do corpo ou para curar algum tipo de doença? Pois bem, esses costumes chegaram até nós através dos índios.

Esse povo, como nós já sabemos, foi um dos primeiros a habitarem o Brasil. Antes da chegada dos portugueses, eles já conviviam nesta terra em plena harmonia com a natureza e com o passar dos anos passaram e perpetuaram algumas de suas tradições para nós. Por isso, hoje, nós vamos homenagear e conhecer um pouco mais sobre a cultura indígena e seus costumes.

Leia o resto deste post

Curso para produzir tecido usado por sacerdotes do Candomblé

Padrão

O curso será gratuito (Foto: Deldebbio)

O curso Pano-da-Costa: Tradição Africana de Tecelagem pretende socializar o domínio da técnica da produção artesanal do pano-da-costa, tecido com fios em tear manual que tem a função de destacar o papel hierárquico e sacerdotal no Candomblé. A atividade se direciona a jovens e adultos dos bairros de Cabula, Engomadeira e Beiru, com idade entre 14 e 30 anos, visando à geração de trabalho e renda, bem como o resgate da cultura ancestral afrodescendente.

#ficaadica
Onde? Rua São João (Cabula)- (71) 3385-1457
Inscrições: 3/12 a 12/12; Aulas: durante seis meses
Quanto? Grátis

Oferecido por Antônio Dimas Bispo dos Santos/ FUNCEB/ SecultBA

O Candeeiro recomenda: O Palhaço de Selton Melo

Padrão


Para comemorar em grande estilo o Dia do Palhaço (10/dez), que tal assistir um filme? O longa brasileiro dirigido por Selton Melo já ganhou diversas prêmiações, entre elas as de melhor filme, de melhor ator coadjuvante a Paulo José e de melhor ator e melhor direção a Selton Mello. Se ainda não assistiu, aí vai uma dica!

Bom filme!

Mostra de documentários – Novos Jornalistas

Padrão
 Edit
 Imagens da edição do nosso programa Rodamoinho 

E a nossa jornada estudantil vai chegando ao fim. Nesse sábado (8/12), a produção de programas televisivos durante o semestre será exibida na livraria saraiva para quem tiver interesse em assistir!

#ficaadica
O que? Mostra de documentários de novos jornalistas
Quando? 8 de dezembro, das 18 às 21h
Quanto? Grátis!
Onde? Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi

#contememais
Leia o resto deste post

Que Palhasseata é essa?

Padrão
 palhaço
 Espetáculos circenses invadem as ruas de Ilhéus  (Foto:Circovolante)

Calma que eu digo! Nesta sexta (7/dez) e sábado (8/dez), as ruas de Ilhéus vão se encher de alegria, magia, brincadeiras e sorrisos! É que o grupo teatral Maktub vai fazer a segunda Palhasseata: espetáculos musicais, teatrais, números cômicos e circenses pelas ruas do centro.

Não perca!
#ficaadica

Leia o resto deste post

Podcast Era Uma Vez: A Lenda do Guaraná

Padrão
logo-era-uma-vezparablog
 Slogan do Podcast Era Uma Vez (Foto: Arte/Candeeiro Encantado)

O Podcast “Era Uma Vez” traz para vocês a Lenda do Guaraná. Para mergulhar nesse universo mágico basta acessar o https://ocandeeiroencantado.wordpress.com/ ou http://soundcloud.com/ocandeeiroencantado e aproveitar.

Não se esqueça!! Se você lembrar de alguma história e desejar ouvir aqui no Era Uma Vez é só mandar uma sugestão pra gente pelo e-mail rodamoinhosa@gmail.com

Leia o resto deste post

A origem dos Mangás

Padrão
Akihabara manga store
 Mangás japoneses (Foto: Reprodução)

Os mangás são histórias em quadrinhos japonesas originadas do Oricom Shohatsu, o famoso teatro das sombras. Os atores desta categoria de teatro percorriam, na época feudal, diversos vilarejos contando histórias por meio de fantoches. Com o passar do tempo, esses personagens foram desaparecendo. Foi com isso que as lendas foram transcritas e ilustradas em rolos de papel, dando origem em contos de sequência, ou melhor dizendo em mangás.

Diferente das histórias em quadrinhos, o mangá começa de trás para frente. É isso mesmo, você lê a revista do fundo para a frente. Além disso, a leitura é realizada da direita para a esquerda, as ilustrações são em preto e branco, o papel é reciclado e os personagens possuem olhos e feições exageradas.

Leia o resto deste post

Contos de Bolso: Marcia de Medeiros

Padrão


Último episódio: Marcia de Medeiros conta uma história de infância do dia em que a Rede Globo exibiu o filme de vampiro pela primeira vez. No meio do filme, houve um apagão no bairro dela e aí, algo aconteceu.

Contos de Bolso foi uma série que colecionou histórias contadas que marcaram a vida do narrador de alguma forma. Os vídeos ficam por aqui, mas as histórias se perpetuam nas nossas lembranças para sempre.

Obrigada pela colaboração! E se você ainda tem uma história que gostaria de contar, escreva pra gente!
rodamoinhosa@gmail.com